Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tu tens a mania

Tu tens a mania

Filmes vistos: Okja

Tive conhecimento deste filme quando foi apresentado no Festival de Cannes deste ano e a polémica que houve em redor dele (o filme é da Netflix). Na altura, achei que o filme parecia interessante, mas não estava preparada para o carrossel de emoções que tive ao longo do filme.

 

okja.jpg

 

Este filme gira em torno de uma jovem rapariga, chamada Mija, que vive no campo, na Coreia do Sul, juntamente com o seu avô e Okja, uma super-porca criada pela Mirando Corporation. Esta corporação criou esta super-espécie com o intuito de tornar a carne de porco mais saudável e com menor impacto ambiental, e decidiu enviar alguns destes animais para diferentes pontos do planeta, para serem criados de formas diferentes e, ao final de 10 anos, será eleito o melhor super-porco. Okja é a "sortuda" que ganha este título, só que, tal como aconteceu aos outros e ao contrário do que Mija achava, é obrigada a regressar aos terrenos da Mirando Corporation. Mija não se resigna em ficar sem Okja e parte à procura de dela. Acaba por encontrar a Animal Liberation Front, uma organização internacional que luta pelos direitos dos animais, e unem-se com o objectivo de salvar Okja e de a levar para casa.

 

O filme deixou-me completamente agarrada ao computador, a roer as unhas das mãos e a tentar controlar as lágrimas. Tem cenas de humor bem colocadas e algumas cenas são bastante pesadas (se alguém estiver interessado em ver e tiver alguma sensibilidade, tenha cuidado quando ouvir alguém gritar "Alfonso"). Se tiverem preocupados com o final de Okja, posso dizer que é salva, mas a cena do salvamento é bastante emotiva, capaz de partir corações.

 

Gostei muito de ver este filme e de como criaram um filme em que fala incrivelmente bem do valor da amizade, da ganância corporativa e dos direito dos animais. Felizmente, há muito que não toco em carne de porco, pois se ainda comesse, teria deixado de comer após ver este filme.

 

 

I hate the world today

Poderia continuar a cantar a música de Meredith Brooks, mas, na realidade, e apesar de o dia me ter corrido lindamente, uma notícia bastou para tornar o meu dia negro e perder a vontade de cantar o que quer que seja..

 

O Netlfix decidiu cancelar Sense8. 

  

Admito que só comecei a ver a série no mês passado, mas devorei as duas temporadas como se não houvesse amanhã. É uma daquelas séries que junta tudo o que há de bom no mundo: ficção científica, diversidade de sexos, orientações sexuais e raças. Gira em torno de 8 pessoas que se encontram ligadas mentalmente e que precisam de encontrar uma forma de sobreviverem, sem chamar atenção. Cada episódio conseguia ser melhor que o anterior. E tem das melhores cenas de sexo que alguma vez vi no pequeno e no grande ecrã.

Terminei a segunda temporada há poucos dias e tenho andado ansiosa por saber qualquer tipo de novidade sobre a nova temporada. Mas vir a saber que foi cancelada é um grande tiro no coração...

 

Porquê, senhores da Netflix, PORQUÊÊÊ??? Seus maus...!

 

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub