Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tu tens a mania

Tu tens a mania

Último comentário sobre as Legislativas

Vou ser sincera: estou desiludida com os portugueses

 

Este valor de abstenção é revoltante. Como é possível deixarem parte da população decidirem por eles? Eu, enquanto adolescente, não gostava nada de ter os adultos a decidirem o que seria “melhor” para os meus estudos, quanto mais agora deixar-me ficar sentada no sofá enquanto metade da população vota por mim? E, depois, aparece aberrações como o sr André Ventura, que consegue um lugar no Parlamento. Como é possível Portugal ter a extrema-direita no Parlamento? Não me venham falar em liberdade, pois uma ideologia que se preza em negar a liberdade das pessoas que eles vêem como diferentes não merecem ser ouvidos, quanto mais terem lugar no Parlamento. No entanto, quase 66500 pessoas votaram no Chega. Ou seja, neste país, existem 66500 pessoas que precisam de serem sentadas e questionadas para entender o que raio se passou na cabeça delas para votarem naquele partido

 

Vi uma perseguição ao Pan que até me fez questionar o que raio andavam a apregoar para incomodar tanta gente. Espero bem que todos os incomodados com o Pan comecem agora a incomodar-se com o Chega, pois este sim irá causar estragos à liberdade de todos se não colocarmos entraves ao seu avanço. O Pan começou com um deputado e já vai em 4. O Chega conseguiu um. Espero que daqui a 4 anos tenha nenhum

Isto das eleições

Quase sempre acompanhei os meus pais quando estes iam votar. Lembro-me que achava uma seca, pois eles acabavam por ficar a conversar com conhecidos, mas apercebi-me da importância de votar. Lembro-me de ter 16 anos e estar desiludida por ainda não poder votar e de começar a pensar que a idade para votar devia baixar para os 16 ou 17 anos (continuo a achar que se deveria dar essa oportunidade aos mais jovens, mas também tenho a noção que existe imensa desinformação entre eles e que isso pode ser prejudicial para o país)

 

Assusta-me, verdadeiramente, a quantidade de pessoas que não se atreveram a votar. Acho uma vergonha e uma falta de respeito. Se não querem votar em algum dos partidos, votem em branco. Não ir votar significa que não se interessam com o que acontece no país. No entanto, tenho a certeza que a grande maioria dos comentadores de sofá são estes mesmo que não se atreveram a levantar do dito sofá e exercer o seu direito de voto

 

Apesar de o partido que eu votei ter tido um resultado excelente, não consigo deixar de estar triste e revoltada com os portugueses. Espero bem que durante os próximos anos estes estejam caladinhos e que não opinem sobre aquilo que decidiram não votar

9 de novembro

Faz hoje 27 anos que caiu o muro de Berlim. Um muro que dividia uma cidade e uma nação de acordo com ideologias políticas. Um muro que dividia um país entre a Europa e a união Soviética. Um muro que levou Ronald Reagan a desafiar Gorbachev para "tear down this wall!". Um muro cuja queda foi o início do fim de uma Guerra Fria.

Há 27 anos os alemães da zona oriental tiveram a possibilidade de escalar o muro e entar na parte ocidental e sair do controlo soviético. Há 27 anos este muro começou a cair e, no entanto, hoje os EUA deram o primeiro passo na construção de um novo muro. Não será apenas um muro entre EUA e o México. Será um muro entre brancos e pretos. Um muro entre estadunienses e latinos. Um muro entre heterossexuais e a comunidade LGBT. Um muro entre o sexo masculino e o sexo feminino. Será um muro entre o típico homem branco e toda a comunidade em seu redor.

Há 27 anos, a Guerra Fria terminou e, no entanto, os EUA têm um novo presidente, apoiado por Putin e o restante governo russo. Terá sido criado mais um muro? Um muro entre Rússia/EUA e o resto do mundo?

 

Os tempos estão a mudar, mas quero manter a esperança criada com a queda do muro de Berlim e a acreditar que as coisas vão acabar bem.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D