Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tu tens a mania

Tu tens a mania

Hábitos de Janeiro pt.2

A ideia de consumir mais fruta e vegetais é fantástica no papel. Quando se a coloca em prática, a coisa muda de figura

 

Os primeiros dias da semana correram lindamente. Consegui lanchar a meio da tarde, comi de forma diversificada, mesmo tendo em conta que, devido à existência de bolo em casa por causa de um aniversário, é uma grande vitória para mim. No entanto, as coisas ficaram difíceis na quinta-feira. Muitos problemas e, consequentemente, muito stress durante o meu horário de trabalho levaram a que me esquecesse de lanchar e de só querer consumir coisas com açúcar e gordura. Lutei muito contra essa vontade, mas acabei por ceder na sexta-feira, dia em que mal toquei em fruta. Sábado, continuei um pouco fora do caminho, apesar de ter ingerido mais que no dia anterior e no domingo, as coisas melhoraram bastante

 

Esta semana, o plano seria aumentar em mais uma dose. Continuo com esse objectivo, mas prefiro dar prioridade a manter as 7 doses por dia ao longo de toda a semana. Prefiro não atingir as 8 doses do que colocar mais pressão sobre mim. Manter, de forma consistente, as 7 doses e, depois, aumentar para as 8 doses. Tenho que me mentalizar que tenho que parar, nem que seja por 5 minutos, durante a tarde para parar e lanchar. É este ponto que falho (e muito!). Se calhar, para me estimular mais ao consumo, começo a fazer pequenas saladas de fruta para o meio da tarde

 

fruit-buddha-bowl-horiz.jpg

origem

Workshop de Probióticos

Quando comecei a preocupar-me com aquilo que consumo, uma das sugestões que me fizeram foi consumir probióticos. Arranjaram-me grãos de kefir e fui produzindo kefir até ao dia em que me esqueci deles e acabaram por se estragar. Eventualmente, consegui arranjar mais uns grãos e retomei a produção de kefir e consegui manter o seu consumo regular

 

Consumo outros probióticos, nomeadamente kombucha e chucrute, mas são produtos que adquiro em lojas e não produzidos por mim. Um dos problemas relacionados com produtos fermentados que são vendidos é que, possivelmente, estes produtos não são realmente fermentados. E foi por isso que me inscrevi neste workshop: quero ter a certeza de que consumo mais produtos fermentados

 

Este workshop foi dado pela adorável Oksi (site: Dicas da Oksi) e foram abordados os probióticos mais conhecidos: kefir de leite, kefir de água, kombucha, chucrute, kimchi e miso. Já tinha ouvido falar em todos eles, mas ainda não tinha tido a oportunidade de experimentar kefir de água e kimchi. Não gostei muito do primeiro, adorei o segundo. Arrependo-me de não ter tirado fotos à medida que ia provando os diferentes produtos, mas estava interessada no que a Oksi ia dizendo que me esqueci de tirar fotos

 

Resumidamente, probióticos são micro-organismos vivos que podem ser encontrados em diferentes alimentos e suplementos. São organismos importantes para a nossa saúde ao nível da digestão e intestinos. Existem diversos benefícios associados ao consumo de probióticos, entre eles a melhoria da digestão e da absorção de nutrientes e o fortalecimento do sistema imunitário. Obviamente, é necessário que exista uma alimentação cuidada, rica em fibras, para que o consumo de probióticos traga resultados. Para saberem mais sobre probióticos, obtenham o ebook da Oksi, Fermentados & Probióticos Caseiros, onde ela aborda estes e outros probióticos e explica tudo mais pormenorizadamente e com rigor científico

 

Fiquei com muita vontade de começar a produzir os meus fermentados. Mas ainda não comecei hoje. O mais fácil para começar será o kombucha, pois recebi uma "bolacha" de cultura no workshop e só tenho que fazer chá preto para começar. Mas, como não tenho chá preto, nem verde, não posso fazer nada (por enquanto).Amanhã vou às compras e já poderei começar a produzir o meu próprio kombucha. No próximo fim-de-semana, será a vez de experimentar fazer kimchi. 2019 será, sem dúvida, o ano de melhorar, aos poucos, a minha alimentação

 

IMG_20190120_181206.jpg

 

Hábitos de Janeiro

Não, não me esqueci da ideia de mudar os meus hábitos. O que aconteceu foi que tive uma ideia para o mês de Janeiro e que precisei da primeira semana deste mês para entender como é que EU funcionava.

 

O mês de Janeiro é, tradicionalmente, o mês em que as pessoas começam a dieta e colocam os pés no ginásio. No meu caso, vai ser o mês em que começo a alterar os meus hábitos alimentares. Não vou proibir-me de comer o que quer que seja. A minha ideia é aumentar o consumo de frutas/vegetais. Por isso é que a primeira semana do mês foi para analisar. Precisava de saber a quantidade destes alimentos que consumia e de que forma poderia aumentar o seu consumo. Apercebi-me que, em média, consumia 6 porções. E, por isso, a meta será aumentar uma porção por semana, de modo a que no final do mês, atinja as 9 porções de fruta/vegetais. Seria fácil atingir este objectivo se simplesmente aumentasse a porção de fruta ingerida. No entanto, quero tentar comer mais vegetais. Esta semana, estou, de facto, a consumir mais uma peça de fruta durante a tarde. E, como costumo só comer sopa ao jantar, será inevitável que o aumento dos vegetais se veja ao almoço ou, então, que eu comece a levar cenoura crua como parte do lanche (e é possível que comece a fazer isso) . Pelo sim, pelo não, irei, também, colocar mais vegetais nas minhas sopas

 

Outra coisa que também ando a fazer é misturar fruto secos no meu almoço. Um dos meus pecados como vegetariana é comer poucos frutos secos e tenho a noção que eles são essenciais para a minha saúde. Por isso, comecei a triturá-los ligeiramente, de modo a conseguir misturá-los na comida e não dar por eles enquanto almoço

 

O principal motivo de querer mudar a minha alimentação deve-se ao cansaço físico e mental que sinto cada vez mais. Acredito que se for ingerindo o que me faz bem, o meu corpo e mente acabam por estar mais fortes para resistir aos problemas do dia-a-dia. Obviamente, o continuar a consumir açúcar não será muito benéfico para mim, mas tenho a noção que se decidir fazer tudo ao mesmo tempo, daqui a uma semana estaria a dizer que mudei de ideias e que vou deixar as coisas como estão

 

Tal como disse neste post, em 2019, eu serei a minha prioridade. E, para tal, tenho que começar por dentro e pela forma que cuido do meu corpo. Eventualmente, retomarei o exercício físico. Mas não deverá ser ainda este mês, pois Janeiro é um mês bem frio e eu só me dou bem com caminhadas ao ar livre. Pode ser que em Fevereiro recomece as caminhadas. Para já, é focar-me naquilo que alimenta o meu organismo

 

Functional-Winter-Bowl-1.jpg

origem

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub